ARTIGOS:

São atos jurídicos praticados pela Administração Pública sob o regime de direito privado, portanto, sem o uso, por parte da Administração Pública, de seus poderes administrativos. Disso resulta que, na eventual prática desses atos, a Administração Pública se coloca no mesmo nível dos administrados. São de ocorrência excepcional.