LESÕES POR QUEIMADURAS

O calor pode causar lesões atuando de forma difusa ou direta. Hoje iremos estudar as lesões diretas, tendo como consequência as queimaduras causadas por agentes físicos de temperatura elevada. A literatura médico-legal traz os seguintes graus de queimaduras - Classificação de Hoffmann:

1º Grau – afeta apenas a epiderme e apresenta como aspecto o eritema (vermelhidão);
2º Grau – acomete parcialmente a dermdae e apresenta como aspecto vesículas ou flictenas (pequenas bolhas);
3º Grau – ocorre a necrose coagulativa da epiderme e derme, comprometendo a pele em profundidade sem atingir plano anatômico abaixo dela. Produz o aspecto da escara, podendo apresentar-se a lesão em cor cinza ou negra.
4º Grau – mais destrutiva, acomete planos anatômicos abaixo da pele, apresentando carbonização do plano ósseo. 

** Como distinguir se os flictenas (bolhas) encontrados no cadáver são derivados da ação em vida (queimadura) ou se ocasionados pelo processo de putrefação (livores)? A Reação de Chambert, constatada através de análise microscópica, caracteriza lesão em vida (presença de proteínas e hemácias descoradas). Ao revés, a sua ausência configura livores cadavéricos, oriundos do processo de putrefação, denominado pela literatura como Sinal de Jenesie-Jeliac.